COMUNICADO IMPORTANTE relacionado ao COVID-19

Devido à pandemia de COVID-19 e a consequente necessidade de cautela extra e isolamento social, todas nossas atividades de oficinas e cursos estão temporariamente suspensas.

Como as futuras semanas são ainda muito incertas quanto à segurança de agrupamentos e deslocamento, aguardaremos para remarcar as atividades. Se você tiver qualquer dúvida em relação à nossa programação, atividades ou afins, não hesite em enviar sua pergunta ou comentário para contato@oama.eco.br.

Seguiremos com nosso monitoramento mensal uma vez que o trabalho é feito com uma equipe reduzida (2 pessoas) e em locais de natural isolamento social.

Monitoramento

O monitoramento da avifauna é a atividade central do OAMa. Realizamos o monitoramento através do anilhamento em três áreas de estudo. Em uma área o esforço é mensal, e em duas o monitoramento é mais espaçado. A participação nesta atividade é restrita aos ornitólogos e assistentes da equipe OAMa e à voluntários cadastrados. Para saber mais sobre o voluntariado entre em contato com a gente por aqui.

JANEIRO                                         04-06: PORT                                   16-18: BOA1

FEVEREIRO                                             21-23: BOA1

MARÇO                                                  03-08: SABE
09-12: PORT
13-16: BOA1

ABRIL                                                           17-19 BOA1

20-22 PORT

 

MAIO                                                       22-24: BOA1
25-27: PORT

JUNHO                                                  19-21: BOA1

22-24: PORT

Oficinas e cursos - temporariamente suspensos

Incluimos em nossas atividades oficinas e cursos abertos para a comunidade geral. A Estas atividades todas incluem algum custo para participação para cobrir pelo menos hospedagem e alimentação.

O objetivo de oficinas e cursos é de atingir e incluir diferentes públicos em nossas atividades, com atividades desde sensibilização com a natureza até cursos bastante específicos voltados para estudantes e profissionais de ornitologia.

Para se inscrever, visite aqui.

 

Filiados OAMa têm desconto de 10% em qualquer atividade paga! Para se filiar, escolha sua opção de colaboração mensal aqui.

Autorretrato poético::uma experiência de poesia e pintura::
 

 
Descrição
Uma proposta de contato íntimo com a natureza de cada um, com a intimidade da sua própria história e identidade, e nesta edição especial, com a presença da Mata Atlântica ao nosso redor. O ritmo da oficina é composto por práticas/exercícios com técnicas de guache e atividades ligadas a poesia. Este ritmo se encaminha com a produção autoral de um autorretrato poético, que para além da imagem da pessoa, tem na sua composição elementos que ajudarão a contar parte da história de cada participante.
 
A oficina já foi realizada em diversas localidades: São Paulo, Goiânia, Brasília, Fortaleza, Natal, Recife, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.
 
 
Como vai funcionar
A atividade será realizada no espaço mantido pela OAMa (Observatório de Aves da Mantiqueira) durante o dia 11/abril das 09h-18h, com pausa para o almoço. os materiais estão inclusos na oficina. E é importante que os participantes tenham condição de permanecer na oficina durante todo o tempo previsto. Caso tenham crianças e queiram levar para aproveitar a estadia, é importante levar em consideração que não temos condição de criar uma atividade paralela para as crianças, caso estas não tenham autonomia para tal.
 
Realizadores da oficina
Anna Charlie (@anna.charlie) é ilustradora e designer. Anna é formada (2009) em desenho industrial pela Universidade Mackenzie (São Paulo), e desde 2014 desenvolve trabalho independente com ilustração. A principal linha do seu trabalho envolve séries de pinturas, ilustrações e livros ilustrados ( “De onde nascem as flores” e “Irreversível”).
 
Daniel Ianae (@poesia.azul.amarelo) é poeta, escritor e atua em projetos ligados à educação pública. Em 2014, Daniel foi co-responsável pela criação da “Virada Educação”,projeto que acontece em São Paulo e outras cidades do país. No campo da literatura, escreve poemas e contos que já foram lançados em livros como “Mistérios da Educação” e “De onde nascem as flores”.


 

Número máximo de participantes: 8

Número mínimo para realização da atividade: 6

 

Valor de inscrição: R$600,00

Inscrição inclui hospedagem e alimentação completa na Estação de Pesquisa Refúgio da Boa Vista, todo o material necessário para a atividade e a oficina em sí.

 

Curso voltado para estudantes, pesquisadores e pessoas que estão se iniciando na técnica de anilhamento de aves para pesquisa e monitoramento. Não é necessário ter experiência prévia, e pessoas que já praticam ou praticaram anilhamento que visam se atualizar e ou trocar conhecimentos também podem aproveitar este curso.

Instrutores: Luiza Figueira, Pedro Martins

Auxiliares: Raquel Justo e Affonso Henrique.

 

 

 

Objetivos:

Neste curso focamos na base de um anilhamento seguro e dados de qualidade. Nosso objetivo é que todo participante acabe este curso com noções básicas de quando é apropriado usar a técnica de anilhamento, e como fazer isso seguramente para os anilhadores e para as aves.

 

Trabalharemos as técnicas de manipulação da ave, extração da rede de neblina e coleta de dados.

 

 

Tópicos trabalhados durante este curso:

– Justificativas e motivos para o anilhamento de aves

– Ética durante o anilhamento de aves

– Segurança e bem estar das aves (identificação e tratamento de injúrias e estresse)

– Diferentes formas de “pegada” durante o processamento da ave

– Coleta de dados (medidas e processamento da ave)

– Aplicação, ajuste e remoção de anilha

– Qualidade e checagem de dados

– Recomedações e restrições de fotografia durante anilhamento

 

Agenda:

Práticas acontecerão nas manhãs de sexta, sábado e domingo, durante o anilhamento na estação BOA1, começando no nascer do sol e seguindo por 4 ou 5 horas (condições climáricas permitindo). 

Parte teórica será realizada após o almoço até antes do jantar. Este é um curso intensivo, em que cobrimos uma área teórica abrangente e realizamos o máximo de prática possível, seguindo diretrizes éticas e de segurança das aves.

 

Adotamos os padrões de qualidade e diretrizes de anilhamento do North American Bird Banding Council – NABC por ser o método em que nossos instrutores foram treinados. Seguimos também a recomendações e exigências do CEMAVE por ser o orgão regulamentador do anilhamento de aves no Brasil.

 

 

Número máximo de inscritos: 8

 

Valor da inscrição: R$500,00

Inscrição inclui hospedagem e alimentação completa na Estação de Pesquisa Refúgio da Boa Vista, todo o material necessário para o curso, aulas práticas e teóricas.

 

Este é um curso voltado para observadores de aves que buscar aprimorar seus registros através da fotografia.

 

 

O objetivo deste curso é que o aluno domine os conceitos básicos da fotografia com qualquer tipo de equipamento, através de conhecimentos teóricos e práticos. Na parte teórica serão trabalhados os 3 pilares da fotografia: iluminação, o modo prioridade de abertura que facilita na agilidade da configuração, EV e comportamentos. Na parte prática iremos à campo e comedouro para treinar o que foi aprendido, fazendo assim fotos de alta qualidade em cenários esteticamente elaborado.

Os alunos poderão tirar suas dúvidas particulares e aprender mais sobre sua câmera individualmente.

O curso será ministrado por Jorge Lucas Moreira e Karoline Zamluti, sócios da Birds Atlantic.

Jorge e Karoline são estudantes de Lic. em turismo, e fotógrafos formados pela Cruz Vermelha Brasileira de Resende, RJ. São especialistas em fotografia de aves em movimento.

Através da Birds Atlantic atuam no aviturismo desde 2018 na Mata Atlântica da região Sul Fluminense, com guiamentos para observação e fotografia de aves, oficinas e cursos de fotografia de aves, edição de imagens e fotografia do movimento das aves.

Membros atuantes do COA Sul-Fluminense, organizam exposições fotográficas em escolas da região afim de promover a educação ambiental na sociedade.

Você pode conhecer mais sobre Birds Atlantic aqui e aqui.

 
Número máximo de participantes: 8
Número mínimo de participantes para realização: 6
 
Valor de inscrição: R$600,00
Inscrição inclui hospedagem e alimentação completa na Estação de Pesquisa Refúgio da Boa Vista, todo o material necessário para a atividade e a oficina em sí.
Este é um curso específico e avançado, voltado para estudantes e pesquisadores da área de ornitologia com interesse em mudas, plumagens e classificação de idade de aves.

 

Trinca-Ferro sendo analisado durante manhã de anilhamento
 

Este curso tem como objetivo compartilhar o conhecimento sobre estratégias e padrões de muda de penas nas aves, promover a padronização no uso de terminologias e nomenclaturas para mudas e plumagens em aves, e facilitar a prática de classificação de idade de aves com a análise de mudas e plumagem. É um curso voltado para ornitólogos, desde estudantes de graduação até pesquisadores e professores que tenham interesse no estudo de muda das aves e suas aplicações para classificação de idade. Abordaremos desde uma introdução sobre penas e mudas até a aplicação do método WRP na prática.

 

Número máximo de participantes: 10

 

 

Valor para inscrição: R$500,00

Inscrição inclui hospedagem e alimentação completa durante todo o curso, materiais necessário e as aulas práticas e teóricas.

Sobre os instrutores:

Luiza Figueira é bióloga formada pela UFRRJ com mestrado em ecologia pelo INPA. Trabalha com aves desde 2012, e iniciou o estudo com anilhamento e análise de muda de aves em 2013, durante o II Bird Banding and Molt Analysis Workshop. Trabalhou com o monitoramento de aves usando a técnica de anilhamento no PDBFF e foi assistente da II Bird Banding and Molt Analysis Workshop em 2014; em 2015 foi voluntária no programa de anilhamento do Costa Rica Bird Observatories, e fez o treinamento/estágio no Klamath Bird Observatory; em 2016 foi instrutora do IV Bird Banding and Molt Analysis Workshop e voltou a trabalhar no programa de monitoramento de longo prazo para o Klamath Bird Observatory, onde ficou até final de 2017 e foi certificada como anilhadora e treinadora pelo Conselho Norteamericano de Anilhamento (NABC). Desde então Luiza tem se dedicado à criação e estruturação do Observatório de Aves da Mantiqueira e o monitoramento de longo das aves pela organização.

 

Pedro Martins é biólogo formada pela UNESP com mestrado em ecologia pelo INPA. Trabalha com aves desde 2009 e é anilhador desde 2014, quando utilizou o método para coletar dados para sua tese de mestrado. Pedro participou do programa de estágio do Klamath Bird Observatory, em 2016, quando se tornou treinador do Conselho Norteamericano de Anilhamento (NABC) e desde então foi professor em diversos cursos de anilhamento e técnicas para classificação de idades em aves. É co-fundador e diretor do Observatório de Aves da Mantiqueira.

 

EMENTA

Dia 1, Sexta, 22 

Até 15:00 Chegada e acomodação

15:00 Introdução ao curso, participantes e ao local

15:30 Aula 1: Ética, cuidados e princípios básicos durante captura e manipulação de aves.

16:00 Aula 2: Introdução ao ciclo de muda (a muda no ciclo de vida, o que é muda, estratégias e extenção de mudas)

16:45 Intervalo 15 min

17:00 Aula 3: Estrutura das penas e limites de muda (o crescimento das penas, estrutura e características de penas, diferenças de penas de jovens versus penas de mudas posteriores)

17:45 Aula 4: Terminologia de muda e plumagem (Humprey-Parks modificado por Howell, estratégias de muda com nomenclaturas inseridas)

19:00 Jantar e organização para a manhã seguinte

 

Dia 2, Sábado, 23

06:00 Café da manhã

07:00 Observação de plumagens e mudas em campo: Acompanhamento do anilhamento de aves para observar as características das penas, plumagem, procurar limites de muda e utilizar nomenclaturas discutidas no dia anterior. Discussão sobre dados coletados. ATENÇÃO: esse curso não inclui práticas de extração de rede, manipulação e anilhamento de aves pelos participantes, de forma que esta atividade é de observação e participação limitada à discussão.

11:30 Almoço

14:00 Aula 5: Introdução ao método W-R-P

 

14:45 Aula 6: Além da muda e plumagem (O que procuramos nas aves para auxiliar a classificação de idades, observação global da ave, uso do método WRP com combinação de informações)

15:30 Intervalo 15 min

15:45 Aula 7: Estratégias de muda parte 2 (aprofundando o conhecimento e discussão sobre as estratégias de mudas, entender as regras e as excessões, mudas inseridas, pre-basica incompleta, muda suspensa)

16:30 Aula 8: Revisão das espécies observadas em campo (fotos e discussão sobre as espécies observadas durante a manhã aplicando W-R-P e revisão do método).

19:00 Jantar e organização para a manhã seguinte

 

Dia 3, Domingo, 24

06:00 Café da manhã

07:00 Observação de plumagens e mudas em campo: Acompanhamento do anilhamento de aves para observar as características das penas, plumagem, procurar limites de muda e utilizar nomenclaturas discutidas no dia anterior. ATENÇÃO: esse curso não inclui práticas de extração de rede, manipulação e anilhamento de aves pelos participantes, de forma que esta atividade é de observação e participação limitada à discussão.

11:30 Almoço

14:00 Aula 9: Revisão do método W-R-P (revisar conceitos já abordados, aprofundando o conhecimento, discussão de dúvidas, e revisão de fotos para classificação de idade )

 

14:45 Aula 10: Classificando o desconhecido (como usar o metodo W-R-P em espécies com pouca ou nenhuma informação conhecida sobre o ciclo de muda, documentação e coleta de dados, compartilhando dúvidas e respostas)

15:30 Lanche e encerramento de atividades

 
 

Bird Banding and Molt Analysis Workshop

Graduate Level, Second Semester, UFRGS

 

The seventh Bird Banding and Molt Analysis course (VII BBMA) will take place July 24-30 at the Pró-Mata research forest, 150 km from the city of Porto Alegre, on the southern end of the Brazilian Atlantic Forest. The initiative is sponsored by the Federal University of Rio Grande do Sul (UFRGS), with support from the Sociedade Brasileira de Ornitologia (SBO), Costa Rica Bird Observatories, Corbidi, and OAMa.  Motivated by the growing number of bird banders in Brazil and by the contribution of molt-based aging systems for improving banding data quality, we aim to 1) promote the best possible command of basic banding skills while analyzing molt cycles and ageing of forest understory birds in the Atlantic Forest region; and 2) contribute to the formation of open-minded, field-tested, professional banders that will apply their skills here or anywhere else in the world.

 

The course syllabus is geared towards active bird banders, but we welcome applicants from any background, country, and level of expertise. Banding instructors Pablo Elizondo (Costa Rica Bird Observatories), Diego Garcia (Corbidi-Peru), Marcio Reppening (FURG), Pedro Martins (OAMa), and Luiza Figueira (OAMa) have jointly banded more than 80,000 birds and have in-depth experience of molt analysis. They have extensive knowledge of the South American avifauna and will work with a team of local and guest ornithologists assisted by Gonçalo Ferraz. BBMA courses are trilingual, with classes taught in Spanish, English and Portuguese; nonetheless, the content is accessible to anyone who can communicate in at least one of the three languages. 

 

Individual food, transportation and accommodation costs will amount to R$1800 or U$450,00, payable to SBO before the beginning of the course. This amount will cover the totality of participant expenses for the duration of the course, except for the first day’s lunch. Application is free and we will have financial support for applicants selected on the basis of their merit and access to funds. Please do go ahead and apply even if you can’t afford to pay. If that is the case, state in your application letter that you need financial support. The course will enroll 20 students.

 

TO APPLY: Send a CV and short letter (in Portuguese, English, or Spanish) describing former banding experience and explaining why this course is relevant to you. If you need financial support, please indicate so in your letter. Send materials to UFRGS Population Biology Laboratory at biopopufrgs@gmail.com until Friday, April 10, 2020.  To help us sort out the correspondence, please write “Bird Banding Course” in your email subject. We will review applications promptly and get back to you no later than Wednesday, April 15. If you have any questions, please write to Gonçalo Ferraz at goncalo.ferraz@ufrgs.br or Luiza Figueira at lfigueira@oama.eco.br. We look forward to meeting you in the field!

Passarinhadas e afins

E não poderia faltar as atividades incluindo passarinhas e aproximação da comunidade geral com as aves e a pesquisa.

Teremos também atividades de passarinhada no Refúgio da Boa Vista!

 

Não poderíamos ficar de fora do “Global Big Day”, uma atividade promovida pelo E-bird, Cornell Lab of Ornithology.

 

O e-bird é um aplicativo de ciência cidadã, em que observadores de aves DO MUNDO INTEIRO adicionam listas com as aves observadas, quando e onde. Essas informações permitem que pesquisadores ornitólogos e estatiscistas, modelem a ocorrência, distribuição, abundância e movimentação das aves pelo mundo.

 

Duas vezes por ano o grupo desenvolvedor do e-bird promove uma “competição” internacional, com uma contagem espécifica do dia para todas as listas submetidas por cada país.

Em 2019 o Brasil ficou em quarto lugar no número de espécies registradas, com 1036 diferentes espécies detectadas em um único dia por observadores emt odo o país. Ficamos em 13 lugar em número de listas, com 889 listas. O lider do ranking, os EUA, tiveram mais de 51 MIL listas submetidas em um único dia!

 

Esse ano convidamos o super guia, biólogo, ornitólogo e observador de aves Kassius Santos para liderar as observações do time OAMa que serão feitas aqui na área da RPPN em que fica a Estação de Pesquisa e Refúgio da Boa Vista e redondezas.

 

Número máximo de participantes: 8

 

Valor de inscrição: R$600,00

Inscrição inclui hospedagem e alimentação completa na Estação de Pesquisa Refúgio da Boa Vista e atividades. Para se inscrever, visite aqui.

 

Atividade gratuita!

Mais informações em breve…

Mais informações em breve…

 

Número máximo de participantes: 8

 

Valor de inscrição: R$500,00

Inscrição inclui hospedagem e alimentação completa no Refúgio da Boa Vista e atividades durante os 3 dias. Para se inscrever, visite aqui.