Ciência

Ciência é o pilar central do Observatório de Aves da Mantiqueira (OAMa).

A pesquisa científica é uma forma sistematizada e lógica por meio da qual buscamos entender como as coisas funcionam. Através do método científico procuramos compreender como as aves se relacionam com os diferentes habitats, com as condições climáticas e com as interferências antrópicas.

Nosso objetivo no OAMa é realizar estudos científicos criteriosos para informar e auxiliar planos de conservação, pois acreditamos que são maiores as chances de sucesso quando decisões e medidas são respaldadas no conhecimento científico.

Monitoramento constante e de longo prazo

Nossa atividade base para os estudos da avifauna na Serra da Mantiqueira é o monitoramento constante e de longo prazo através dos métodos de anilhamento (captura, marcação e recaptura) e ponto de escuta (detecção passiva por observação visual e auditiva).

Nossos temas de estudo

Diversidade das aves na Serra da Mantiqueira.

Este projeto tem como principais objetivos listar as espécies que ocorrem na região da Serra da Mantiqueira em um gradiente espacial (diferentes habitats) e temporal (variação anual), estimando não só riqueza, mas também abundância das espécies.

Ciclo de muda das aves locais.

Neste projeto estamos focados em estudar e descrever um importante (e pouco estudado nas espécies tropicais) processo biólogico das aves – o ciclo de muda. As aves trocam suas penas de forma cíclica e seguem estratégias espécificas de acordo com sua ecologia e filogenia. Enteder o ciclo de muda das aves nos auxilia a entender a evolução e comportamento das aves, além de ser um excelente método de classificação de idade de aves.

Demografia e dinâmica das populações das aves na Serra da Mantiqueira.

Através do monitoramento de longo prazo procuramos estimar taxas de sobrevivência, recaptura, produtividade e crescimento das populações para diversas espécies da avifauna local. Estes parâmetros são essenciais para classificarmos a situação de conservação de cada espécie, e também para entendermos quais são as situações ambientais e temporais que são positivas (crescimento populacional) ou negativas (diminuição populacional) para cada espécie de ave.

Efeito de variações climáticas nas populações de aves

Vivemos em um mundo em constante mudança, e mudanças de habitats e clima aceleradas pelas intensas atividades humanas. Por isso, este projeto aborda a questão das mudanças climáticas estudando como variações de temperatura, umidade e precipitação afetam as especies de aves em diferentes habitats.

Educação

Acreditamos que a comunicação de nossas ideias e a troca de experiências são primordiais para o sucesso nos esforços de conservação. Assim, julgamos importante incluir em nosso programa projetos diretamente relacionados à educação bem como atividades que convidem a comunidade geral a dialogar com pesquisa e conservação das aves e seus habitats.

Divulgação científica

Nosso primeiro projeto específico relacionado à educação é o projeto de “currículo interativo”, fruto da parceria com a Silo – Arte e Latitude Rural e com apoio do Instituto Serrapilheira, através do edital Camp de  2018. O curriculo interativo é uma proposta de divulgação científica, onde convidamos a comunidade local para um dia de pesquisa e coleta de dados em campo. Nesta visita, a princípio voltada para as crianças entre 07 e 12 anos, trabalharemos questões introdutórias sobre ecologia, diversidade e conservação de aves e como a pesquisa científica ajuda a gente a entender melhor o nosso mundo e as relações entre as diferentes formas de vida que co-habitam o mundo com a gente. Para isso, estamos desenvolvendo atividades interativas para fazer com as crianças do lado de fora da sala de aula, em um local onde elas vão também poder observar como funciona o estudo das aves através do anilhamento (captura, marcação e recaptura). Esse projeto será inaugurado na Serrinha do Alambari, onde reside nossa parceira Silo – Arte e Latitude Rural. Como produto do projeto, o curriculo de atividades elaborado durante este projeto poderá ser usado em diversos outros locais onde a pesquisa e estudo de aves acontece.

Buscamos manter o contato e instigar a curiosidade da comunidade geral através de divulgação científica feita nas nossas redes sociais, como Instagram e Facebook. A divulgação científica nestes casos é feita sempre apresentando informações sobre espécies de aves provindas de estudos científicos, sempre em uma linguagem cotidiana, fugindo dos jargões acadêmicos. Procuramos também sempre trazer o tema de “o que é ciência” e para que serve.